O sentimento do ciúme em nossas relações

O ciúme, sentimento que pode tornar-se muito intenso e perturbar o comportamento do indivíduo, surge em todas as formas do relacionamento humano, mas é particularmente notável na relação amorosa, o que explica a frequência com que é abordado na literatura e na arte.

Elabore uma redação em prosa, de gênero dissertativo, sobre o tema: O sentimento do ciúme em nossas relações.

About these ads

~ por 2aetecfernandopolis em junho 21, 2010.

22 Respostas to “O sentimento do ciúme em nossas relações”

  1. Toda relação seja ela amizade,namoro ou casamento tem o sentimento de ciumes presente.
    O sentimento de ciumes,na medida certa,é muito bom para relação,pois mostra que o seu conjugue se importe com você.
    Agora se o ciume for do tipo que proíbe o outro a fazer alguma coisa de ir em algum lugar,isso passa dos limites do livre arbítrio e o casal deve sentar e conversar para tentar resolver tudo de forma pacífica.
    Se depois da conversa o casal não chegar a um acordo,o relacionamento deve ser repensado e avaliado se compensa pela questão desse ciume doentio.
    O cíume é uma boa forma de se testar o amor,pois se você tem ciumes você ama.Mas esse cíume deve ser na dose certa pois ele pode ser o remédio para o seu relacionamento ou pode ser ainda o pior veneno na relação.

    postado por:
    Hugo Iwaasa

  2. Quem já não se pegou mexendo nas coisas do namorado, imaginando a pessoa que ama com outro? Isso é uma das coisas mais comuns em um relacionamento amoroso. Evidencia que você sente ciúmes, cuida do que é seu, quer proteger, quer uma atenção totalmente sua, só sua.
    Ciúmes que ás vezes se torna doentio, estando ou não em um relacionamento .
    Tenho a idéia de que quando se termina um relacionamento em que uma das partes sempre sofre mais, sente um ciúme exagerado, acha extremamente incomum uma pessoa considerada sua, nos braços de outro, com o cheiro de outro, com o toque de outro .
    A nostalgia causada é imensa, a raiva, a dor . Sente que não pode fazer nada, pois é a escolha da outra pessoa .
    Ciúmes pode ser sim um ato de amor, de mostrar que a pessoa se importa , mas há casos que ultrapassa tudo isso .
    A idéia de “posse” suprime todo esse amor em sofrimento.

  3. A diferença de ciúmes entre homens e mulheres.

    O ciúme é o medo de perder alguma coisa, e está relacionado com a falta de confiança no outro ou em si próprio e quando exagerado pode se tomar obsessão.
    Os casos mais graves podem ser curados através da psicoterapia que passa por um retorno de auto-estima e da valozização da auto-imagem.
    Esse sentimento serve para preservarmos melhor o que temos, evitando assim perde-ló e muitas vezes faz perdermos o que poderíamos ter.Isso ocorre quando ambos, tanto quems sente o ciúmes quando quem é a vítima do ciúmento.
    Atualmente, está acontecendo várias histórias de assasinatos, crimes em nome do amor e depois desses fatos dizem que só queria o bem daquela pessoa e que a amava muito.
    A relação de ciúmes do homem e da mulher é diferente pois o homem só se preocupam com a capacidade reprodutiva deles e já a mulher tem ciúmes de sentimento talvez por se expressar mais e de um jeito diferente do homem.
    Enfim, ciúmes e traição se apresentam de forma diferente entre homens e mulheres, e tem que ter limites para não inavadir a individualidade do outro fazendo se consequentemente tornar uma obsessão.
    Ciúme é bom, mas sempre dentro dos limites do respeito e cumplicidade de ambos.

  4. Entre os mais variados tipos de sentimentos que o ser humano pode sentir, o ciúme é o ponto fraco, é a partir dele que surgem os conflitos e destrói os relacionamentos.
    Sentir ciúmes é normal, tão normal quanto sentir saudade, e geralmente ocorre devido à desconfiança.
    Em um relacionamento seja ele de amigos, família, namoro, é fundamental que exista o ciúme, mas o ciúme saudável que é o medo de perder a pessoa que se ama, e por isso sentir ciúme é a maneira de demonstrar o amor.
    O ciúme é uma forma de proteção. O problema é quando ele se torna um exemplo de insegurança e posse, em que cada vez mais se transforma em uma emoção difícil de suportar.
    A naturalidade desse sentimento é tão evidente que até na literatura foi alvo de destaque para os autores que escreviam suas obras baseadas em conflitos amorosos provocados pelo ciúme por consequência da traição. Pode-se fazer uma comparação entre “Dom Casmurro” de Machado de Assis e “Otelo” de William Shakespeare. Duas obras conhecidas e marcadas pela desconfiança e o ciúme.
    Mas afinal, a pessoa amada pertence a você?
    Não se pode criar sonhos baseados em pessoas, e nem tão pouco tratar o próximo como se esse pertencesse a você como uma propriedade pertence ao proprietário.
    O amor é completado com a confiança, como o querer cuidar de quem se ama e não com a vontade de possuir. É preciso que a pessoa confie em si mesmo, para assim poder confiar nos outros e sentir de forma positivo o “mal necessário” que é o ciúme.

  5. Em todas as relações que envolvem homens e mulheres existem constantemente o sentimento de ciúme.
    O ciúme pode ser definido de várias formas, pode ser um sentimento de medo por achar que vai perder sua amada, ou uma amizade. Pode ser também um sentimento de posse ou até mesmo um sentimento de raiva, causados por um só fator o amor.
    O ciúme é uma forma de demonstrar que ama verdadeiramente, porém, pode ser o causador de discussões, brigas, ou causador de uma separação dolorosa. O ciúme é um sentimento que todos possuimos, não nescessariamente por uma pessoa, mas por um objeto.
    O amor é mais que magnífico, sem descrisões ou até mesmo sem explicações, por isso o ciúme não deve ser utilizado como prova de amor, mais sim como consequência de um amor profundamente verdadeiro.

  6. Ciúme: o lado bom ou ruim do amor?

    Quem ama ou é amado por alguém está sujeito ao sentimento perigoso do ciúme. Ele causa desconfiança, raiva, violência, desespero e pode romper uma relação amorosa ou até mesmo de amizade. Entre irmãos, por exemplo, é normal o ciúme, pois um quer mais a atenção dos pais do que o outro. É um assunto polêmico, pois o ciúme pode ser apenas uma reação exagerada, como também pode ser medo de perder a pessoa amada.
    O ciúme pode levar a pessoa a fazer coisas que ela não faria no estado normal e pode se tornar uma obsessão. Nesse caso, a pessoa começa a interferir na vida da outra de forma excessiva, alegando “fazer tudo por amor”. A pessoa passa a sofrer muito e sentir tristeza, culpa, medo, etc.
    O contrário também pode acontecer. Um pouco de ciúme pode melhorar a relação, porque é sinal de que as duas pessoas se amam e não querem perder umas as outras.
    O fato é que todos sentem ciúme em algum momento da vida, de jeitos diferentes e por razões diferentes, mas sentem. O que deve ser feito para que ele não seja uma coisa negativo na vida de qualquer um, é conversar bastante sobre o assunto, porque muitas vezes o ciúme é sinal de falta de confiança.

  7. O ciúme é um sentimento que nos enfraquece,apesar de ser poucas vezes admitido é uma emoção que faz parte do cotidiano e de todas as relações humanas.
    Quando o ciúme entra nos relacionamentos,qualquerr coisa fútil é motivo de competição e disputa.Com isso uma comvivência que antes era saudável passa a ser alimentada pela desconfiança,raiva e desejo de vingança.
    Em uma relação amorosa este sentimento pode se tornar crônico,agindo em nossa imaginação o ciúme nos faz criar situações que não existem e levando-se por essas idéias criadas pela mente,chegamos ao limite de privar a quem amamos o direito de viver.
    Porém,o ciúme não é totalmente ruim para as relações,os relacionamentos tem de saber dosar o nível de ciúme para que este não se torne um problema destrutivo na relação e consequentemente uma doença que muitas vezes não tem cura

  8. Um anseio incontrolavemente sentido

    Todas as pessoas possuem uma necessidade igual, o amor. Porém quando elas sentem falta de algum sentimento acontece o ciúme. Na verdade, o ciúmes é medo de perder alguém ou alguma coisa para outra pessoa, ou melhor, ter que dividir com ela aquilo que antes era só seu.
    Muitos dizem que o ciúmes é mais incontrolável na parte feminina, mas não, o ciúme abrange os dois sexos. Talvez porque as mulheres expressam bem mais seus sentimentos e não se esconde atrás de máscaras. O homem já é diferente, todo machão, todo seguro, e quando sente ciúmes diz que não é nada, ou seja, ele se esconde entre a camuflagem.
    Com o tempo esse sentimento se não falado para a pessoa começa a ficar dolente. O ciúmes pode trazer muitas agonia pra quem o sente e pra quem sofre. Caso não controlado ele deve receber um atendimento específico, chamado de terapia.

    Ultimamente é muito comum ouvirmos o marco ciúmes em músicas ou assistirmos em novelas. Na vida real isso também acontece. Muitos jovens namorados matam uns aos outros por conta desse terrível medo de perda. Na antiguidade não era diferente. Namorados da literatura se matavam por esse ciúmes, muitas vezes sem saber ao menos o que sua amada havia feito para eles cometerem tal atrocidade.
    Como já dizia a frase “ Porque onde há ciúmes e sentimento faccioso, há confusão e toda obra má.”( Tiago 3.16 ), ou seja, o ciúmes obsessivo causa lesão e estrago, e muitas vezes não se tem oportunidades de remanejar o tempo em que perdemos sentindo esse medo tão incontrolável que pode tomar conta não só das mentes, mais também dos corações

  9. Um Sentimento Perigoso

    Ciúmes e um sentimento que afeta todos os seres humanos.Uns sofrem mais outros menos com este sentimento que pode ser saudável ou chegar ao extemo de destruir vidas.Geralmente o ciúme é marcado por uma dúvida,falta de confiança e incerteza.Como todos os sentimentos que estamos cercados,desde a amor até o ódio,devemos saber lidar com o ciúme e colocar sempre a razão antesda emoção.
    Por interferir tanto nas relações amorosas o ciúme foi tema de grandes obras literárias como:Otelo e Dom Casmuro que retratam uma história como tema principal, o ciúme que afeta a vida dos personagens e o desfecho final do trama de forma trágica.O ciúme sempre é motivado por situações que causam dúvida e provoca emoções de dor,raiva.medo,humilhação.O amor e a confiança devem sempre prevalecer,pois a desconfiança é o pior sentimento que podemos sentir e pode fazer grande estrago nos relacionamentos que convivemos.Assim como todos as coisas em excesso nos faz mal,o ciúme não é diferente;devemos tê-lo em moderação e sempre agir com a razão e confiança que temos uns com os outros.
    Afinal,toda a atitude que tomamos com relação a um ciúme deve ser pensado e vista por todos os ângulos,não vale somente o que pensamos e na dúvida que sentimos .A decisão deve ser tomada com absoluta certeza,sem que a dúvida da traição não influêncie em nada .A melhor saída para esta situação e ter total confiança e credibilidade nos relacionamentos de nossas vidas.

  10. Tudo o que é em excesso prejudica. Isso também acontece com o amor, quando se ama de mais e o namoro vai indo as mil maravilhas sempre tem aquela pessoa que quer estragar, então começa a inventar historias que não existem e como todo apaixonado fica bobo é fácil enganar.
    É nessa palhaçada que começa o ciúme, e em excesso as pessoas perdem a confiança que se tinha pelo parceiro então começa as brigas e por fim como quase sempre, resulta no fim do relacionamento.
    Um bom exemplo de que o ciúme muda a vida das pessoas, é na obra de Otelo, de William Shakespeare, por causa do ciúme e da desconfiança, ele mata sua amada sem ter provas concretas. Isso comprova de como as pessoas com esse sentimento ficam.
    Ele muitas das vezes pode ser um ato de carinho afinal ninguém vai querer ver seu namorado (a) abraçado com outro, mais temos que lembrar que tudo em excesso atrapalha mesmo que seja sem intenção de magoa.

  11. Um sentimento que envade

    O amor é um sentimento maravilhoso, que é muito bom de ser sentido. Quando se ama alguém quer dizer que ela é uma pessoa muito especial e que aparentemente é digna de ser amada.
    Quando se ama muito, rapidamente vem o ciúme, que é o medo de perder a pessoa que ama. Em um relacionamemto amigável, amoroso, ou familiar ter ciúmes é normal na medida certa.
    Esse sentimento em excesso pode transformar uma vida para pior, as atitudes vão ser diferentes, o medo de não ser mais amada vão ser evidentes e o pensamento de uma possível traição. São muitos pensamentos negativos que envadem a mente causando transtornos.
    O ciúme controlado é bom, mas é melhor não tê-lo para que não vire um sentimento que invada o coração com incertezas.
    Um amor muito forte consequentemente causa muito ciúme, que tem que ser controlado para não se tornar uma doença, pois, ciúmes em excesso deixa a pessoa fora de si, praticando ações sem pensar.

  12. O ciúme é um sentimento causado pelo medo de perder o afeto da pessoa que amamos, para outra pessoa.
    Ele envolve várias emoções, por exemplo, se ainda gostamos de uma pessoa, e de repente, nos deparamos com ela em nossa frente, sorrindo, brincando, abraçando e beijando outra pessoa, nos fazem sentir dor, raiva, tristeza e muita vontade de chorar, sensações horríveis para quem gosta. Às vezes também podemos sentir ciúme de pessoas que nunca tivéssemos nos relacionado, ou até de amigos e familiares.
    Quando possessivo e exagerado, faz mal a quem sente ciúme, e por quem a pessoa sente ciúmes, como no caso da história de Othelo, que mata Desdemula por puro ciúme, achando que ela tivesse traído ele.
    O ciúme também pode ser um sentimento bonito, que nos mostra que a pessoa realmente gosta da gente, mas ele deve ser em quantidade exata, aquele que envolve cuidados e atenção, pois ninguém conseguirá nada de bom com ciúme possessivo.

  13. Ciúme: a consequência do amor

    Mesmo o ciúme sendo um sentimento tão natural em nossas vidas, muitas vezes ele acaba mexendo com o emocional das pessoas.
    Por meio de um conjunto de emoções, quando exagerado, ele provoca intensas reações da pessoa enciumada, fazendo com que ela projete fantasias, sinta obsessão, raiva, ressentimento, autoestima baixa, questionamento constante, violência, entre outros, tendo uma alteração no comportamento, no estado mental e em suas reações.
    Assim, essa forma de amar intensamente, acaba prejudicando a relação, mas o ciúme em geral não é de todo ruim, com doses moderadas e certas, ele fortalece e incrementa a relação, fazendo com que o amor prevaleça.
    Portanto, cabe a pessoa se questionar sobre as suas atitudes e procurar um meio de acabar com o ciúme exagerado, tendo mais confiança em seu parceiro e segurança em si mesmo. Dessa forma a relação será mais saudável.

  14. Ciúmes
    O ciúme pode ser considerado como uma forma de desconfiança do parceiro ou parceira com medo de perder essa certa pessoa.
    Às vezes o ciúmes levam as pessoas a fazerem o que jamais imaginaram fazer, levando pessoas ate mesmo matarem, por isso o ciúmes pode ser considerado também como um problema psicológico.
    Um dos exemplos de ciúmes posso ser dado a partir do filme Othello o qual foi passado em sala de aula , aonde Othello foi tomado pelo ciúmes, assim ele assassinar a sua esposa.
    Apesar de tudo, o ciúmes faz parte das pessoas, por isso para o começo de uma relação seria sempre bom conhecer seu parceiro e principalmente ter confiança no mesmo, pois na relação a confiança é uma das coisas mais importante.
    Ciúmes as vezes é bom, mais tudo tem seu limite.

  15. O ciúme não é sádio, pois ocasiona sofrimento, desconfiança e até morte.
    Nos relacionamentos há ciúmes,só que tem que ser controlado se não sofrerá com as mentiras,as desconfianças e até a loucura que seu parceiro traiuo.Como no caso da livro “Dom Casmurro escrito por Machado de Assis que relata a vida de Bentinho que era casado com Capitu pensava que ela tinha traído com seu melhor amigo e que seu filho era dele”.
    Há no ciúme também a desconfiança que é causada por fofoca, por ligações, manchas de batom ou até presentes ganhados de outra pessoa.As vezes esse sentimento é tão forte que pode causar a morte de seu amor, pois como todos dizem “eu faço tudo por amor” só que o ciúme pode estar tornando a pessoa “um mostro”. Há vários casos que o ex-namorado mata seu amor por ciúme de vela com outra pesooa.
    Portanto, temos que lidar com esse sentimento que nos traz medo, angústia e dor.E temos muita confiança no parceiro, família e amigos. Cuide de seu ciúme.

  16. Criados pela nossa imaginação
    Dizem que o amor enfrenta qualquer barreira, mas a única que não passa é a do ciúme. Quando amamos alguém, seja quem for, um amigo, a família, o namorado, queremos só pra gente, não gostamos de dividir com ninguém, e isso é o “tal” do ciúme.
    Na maioria das vezes ele vem com tanta intensidade, que chega a ser doentio, levando a pessoa a fazer loucuras, como matando sua própria amada ou amado.
    Ele faz parte da natureza humana, e muitas vezes é mais forte que nós, mas temos que saber controlá-lo, senão pode acabar com um relacionamento ou com uma amizade.
    Primeiramente, temos que saber se ele é saudável ou doentio. O saudável é aquele que acontece com menos frequência, quando confiamos de verdade na pessoa e sabemos que ela não vai fazer nada de errado com você. Já o doentio é aquele em que acreditamos no que as pessoas falam e já tomamos uma posição sobre isso, sem antes mesmo confirmar se é verdade. Como acontece na história de Otello, ele matou sua amada por acreditar nas armadilhas de Iago, que este sim era doente e tinha inveja de Otello.
    O mesmo motivo acontece com Bentinho, ele ama Capitu, mas mesmo assim, o ciúme o perturba, levando a acreditar que ela o tenha traído com seu melhor amigo.
    Na sociedade de hoje, em que tudo é normal e tudo deve ser aceito, as pessoas acreditam que o ciúme é uma forma de demonstrar amor, e não é bem assim, há muitas outras formas de demonstrá-lo sem que faça o outro sofrer.
    Todos nós sentimos ciúmes, em qualquer altura de nossas vidas. Embora haja pessoas que tenham mais ou menos tendência para ser ciumentas, a verdade é que ninguém lhe escapa.

  17. O ciúme é uma forma de proteção amorosa quando controlada, pois quando este sentimento é exagerado pode passar de uma proteção amorosa para uma obsessão contínua.
    Na sociedade em que vivemos existem várias tecnologias na área da comunicação e por isso podemos reencontrar uma pessoa que já abalou sentimentos em você naturalmente e o ciúme pode existir em qualquer pessoa, mas depende de cada um se isso vai ser bom ou ruim.
    Principalmente nas relações amorosas podemos encontrar doses diferentes de ciúmes que são ou não revelados.
    O ciúme é igual um remédio que na dose certa pode ser bom, mas se não pode causar feridas incuráveis em outras pessoas acabando com o sentimento destas. Porem toda pessoa deve ter confiança no parceiro expondo sua forma de ver as coisas para que este sentimento seja dose controlada, pois o ciúme vai existir em qualquer relação.

  18. Uma arma chamada ciúme.

    Atualmente, um sentimento prejudicial aos relacionamentos, tanto amorosos como de amigos, vem tomando conta do nosso cotidiano: o ciúme.
    A pessoa que sofre desse mal apresenta um comportamento mesquinho e egocêntrico que pode ( e possivelmente, irá) causar danos tanto à si mesma como ao outro, objeto de seu ciúme.
    Em geral, o ciúme é causado pela imaginação da pessoa, que cria situações onde o seu amado, amigo ou familiar trai todo o amor que lhe é dedicado. Tais pensamentos podem ser decorrentes apenas de uma história mal contada ou mesmo de palavras envenenadas ditas ao ser enciumado, como visto no filme Othello.
    Contudo, o ciúme não corresponde a uma doença letal ou algo do tipo, consiste apenas, como dito anteriormente, em um sentimento e que, portanto, pode ser controlado e evitado para que o seu prejuízo não se torne ainda maior.Para tal, e indispensável o exercício da confiança, tanto em si mesmo quanto no outro, como também tem fundamental importância a análise das palavras ouvidas, quando estas dizem respeito à pessoa amada.
    Ciúme não pode ser sinônimo de cuidado. Dizia o velho ditado “quem ama cuida”, mas, acima de tudo, confia.

  19. O ciúme é um sentimento que faz parte na natureza humana e se manifesta em todos os relacionamentos, em uns de forma saudável e em outras de forma doentia.
    Esse sentimento pode desde preservar o relacionamento, a causar separações ou tragédias. Quando a pessoas possui um ciúme doentio, ela fica cega as demonstrações de amor e tudo se torna evidência que seu parceiro esta a traindo ou algo do gênero, são nesses caso que acontecem agressões e até assassinatos. Segundo os pesquisadores da Unesp, 21,5% dos casos de violência doméstica são causados pelo ciúme.
    O ciúme tem que ser controlado para não se tornar doentio, esse controle é feito através de diálogos entre o casal, o que fortalece a confiança entre eles, quando existe uma forte confiança, que é alimentada pelo amor e a convivência, o sentimento de ciúme diminui.
    Enfim, o ciúme pode causar diferentes tipos de consequência, e deve ser controlado para que haja um relacionamento feliz e duradouro entre o casal.

  20. O ciúme existe em todas as relações sejam elas recentes ou antigas, porém como tudo que é em excesso é ruim, o ciúme não é diferente.
    Este sentimento pode prejudicar uma relação facilmente, pois a desconfiança pode mexer com nosso subconciente levando-nos a realizar ações desnecessárias como brigas, podendo até chegar a agressões fisícas e verbais até algo mais serio como um homicidio.
    Este sentimento pode evoluir de uma simples reação emocional, até uma doença, uma obsessão que pode levar a pessoa a realizar ações que poderá se arrepender pelo resto da vida.
    Um exemplo disso é a obra Othello que após ser possuíodo por um sentimento de ciúme e desconfiança muito forte acaba matando seu amor Desdemóna. Em outra obra Dom Casmurro, Bentinho também é tomado por um sentimento de desconfiança sobre Capitu, mas não podemos concluir que a traição é real pois só ouvimos o lado de Bentinho na história.
    Enfim, como a obra Calderón de la Barca retrata “O ciúme é o pior dos monstros criados pela imaginação”, assim podemos concluir que em uma relação deve existir afeto, amor, carinho, respeito e acima de tudo CONFIANÇA.

  21. A vida de um ser humano é muito especial, pois temos sentimentos que reservamos a quem amamos e sempre devemos querer o bem. Geralmente vivemos momentos inesqueciveis que faz que a gente necessite muito dessas pessoas. Por gostarmos muito , sentimos ciúmes, sentimento de proteção de cuidar do que é seu.Porém ciúmes tem que se ter limites para não se tornar doentio.
    Ciúmes pode ser alimentado por diversas situações, e quando sentimos que traidos a nossa autoestima cai,e isso faz ficarmos triste,e continuando a piorar pode fazer a pessoa com ciumes cometa loucuras sem pensar.
    Para controlar melhor o ciúme, os envolvidos devem conversar pacificamente ,procurando intender um ao outro e procurar entender os motivos de tais quais ações. Se ambas idéias não baterem e não se chegar a um entendimento,quer dizer que num há aquele amor que havia antes,e o melhor que se tem a fazer é dar um tempo,ou terminar a história.
    O sentimento de ciúmes pode mostrar se saudavel que amamos aquela pessoa ,faz pensar que somos desejados e que realmente somos amados.

  22. No nosso sentimento

    O ciúme está relacionado com a falta de confiança no outro ou em si próprio.Ciúme é um sentimento de caráter instintivo e natural, nada mais é que mistura de pensamentos sentimentos e ações que se apresentam em um relacionamento.
    Mas o ciúme acarreta inúmeras emoções e pensamentos e isso podem causar danos tanto ao ciumento como ao seu parceiro;tomadas pelos ciúme as pessoas interpretam evidências de infidelidade,e tomam decisões precipitadas que podem acarretar um grande risco seja pela saúde física quanto moral.
    Todos sentimos ciúme, mais é uma questão tanto que complicada pois vem de algo bobo que nós faz perde a cabeça em segundos,também pode estar relacionado com nosso ego e nosso sentimento.
    Enfim ciúme é normal mas se não for bem administrado causa transtornos,chegando ate em uma separação ou brigas frequentes com o seu parceiro ou grupo de amigos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: